Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sistema imunitário em baixo

28.11.14 | André

Na quarta-feira, dia 26 fui fazer o 4º tratamento com infliximab e também saber o resultado das análises ao sangue que fiz no dia anterior, as quais revelaram mais uma vez uma diminuição dos leucócitos e neutrófilos, que estavam abaixo do valor mínimo de referência. Como já deixei de tomar o imuran, a única razão para estes valores é o infliximab.

De qualquer forma fiz o tratamento que correu sem sobressaltos, em Janeiro farei o 5º tratamento e a Drª disse-me que nessa altura far-se-á uma reavaliação do meu estado e então se decidirá se continuarei com este tratamento ou não.

 

Como não quero ficar de braços cruzados, irei investigar o que poderei fazer/tomar para aumentar as defesas do meu organismo. Para já irei tomar novamente selénio + zinco da biopharma, o qual já tomei anteriormente e que tinha sido receitado pela minha nutricionista. Estes minerais fortalecem o nosso sistema imunológico e acredito que poderão ser muito úteis nesta pequena corrida até Janeiro.

Mais um...

25.11.14 | André

Hoje vou fazer novas análises ao sangue para ver se não há nenhum entrave a fazer mais um tratamento com os medicamentos biológicos, que se Deus quiser realizar-se-á amanhã. 

 

Tenho estado bem, tendo especial atenção à alimentação e ao controlo da mente. No final desta semana darei noticias sobre este tratamento.

Dilema interior

21.11.14 | André

Ontem a minha filha de 3 anos não quis lavar as mãos antes de jantar, eu calmamente (o que nem sempre é fácil) perguntei-lhe se ela queria comer, e ela ignorou-me, tentei explicar-lhe que tinha de lavar as mãos, porque se não o fizesse poderia fazer "dói-dói" e blá-blá-blá…Ela voltou a ignorar-me, então eu lavei as minhas mãos e disse-lhe que ia jantar.

Passados 2/3 minutos, estava eu a sentar-me para jantar, ela aproximou-se de mim e eu então voltei a perguntar-lhe se queria jantar, o que respondeu com um tímido "sim". Então vamos lavar as mãos - retorqui.

Depois de lavar as mãos, ela sentou-se na cadeirinha dela, mas ficou cabisbaixa, sem tocar na comida, então a mãe perguntou-lhe o que se passava e ela disse que estava triste. 2 dedos de conversa para tentarmos saber o que se passava e ela começou a brincar como se nada tivesse acontecido.

 

Porquê esta mudança tão repentina de atitude?

As crianças são muito transparentes, mas aprendem rapidamente a melhor forma de chamar a atenção dos pais, as crianças quando não gostam de algo ou a associam (por exemplo ir à escola) a uma situação negativa, o seu corpo responde para que fique alinhado com o seu pensamento e muitas vezes elas ficam mesmo doentes só para não terem de passar por uma situação que consideram menos boa.

 

Este acontecimento fez-me pensar e relacioná-lo com a colite ulcerosa, de que forma?

Bem, estas situações também acontecem com os adultos, por muito que queiramos estar bem de saúde, também precisamos de atenção, de carinho, acompanhamento… e quando a única forma de o conseguir é ficar doente!?! É um grande dilema, porque aqui surgem 2 forças contrárias, uma que quer ficar bem de saúde e outra que procura atenção das outras pessoas, quem é que vence?

A que tiver a alavanca mais forte e para conseguirmos vencer a colite, precisamos de ser/estar mentalmente muito fortes para derrotar os "inimigos" interiores que tentam boicotar o nosso objetivo! 

Golfe

18.11.14 | André

Adoro desporto, desde pequeno que pratico os mais variados desportos. As crises de colite é que não "apreciam" desporto e nessas alturas fico mais fraco e sem energia.

Há uma modalidade desportiva, o golfe, que nunca me despertou a atenção, nem para jogar, nem para ver na televisão. Mas este verão, fez-se um click na minha cabeça, e disse para comigo "o golfe pratica-se no meio da natureza que é onde me sinto bem, é um desporto que é praticado por pessoas de todas as idades, porque não experimentar?". Assim pensei, assim o fiz, tive uma primeira aula de golfe, depois disso fui treinar umas quantas vezes, mais umas aulinhas pelo meio e estou rendido a este desporto.

 

golfe.jpg

 

 

É um desporto que exige muita precisão, muita concentração e em que todos os pormenores são importantes. Se queremos ter uma boa prestação, no momento em que estamos a jogar, a nossa cabeça só pode estar ali, o que acaba por ser muito bom para nos desligarmos das outras situações da nossa vida.

 

 

Castanhas assadas

14.11.14 | André

Estamos a altura das castanhas assadas e eu não consegui resistir e comi uma meia dúzia, resultado: gases como podia ser de esperar. Também mereço um miminho de vez em quando, podemos e devemos ter algumas restrições alimentares, mas por vezes um "rebuçadinho" sabe bem.

Mas ainda tenho um longo caminho a percorrer para fortalecer a minha mente, para que possa resistir a estas pequenas tentações, que diretamente não fazem mal, mas que provocam alterações no funcionamento do intestino e assim pode afetar a inflamação.  

 

 

 

Gratidão

11.11.14 | André

Ter tempo para contemplar o que estás grato não é apenas a coisa "certa" a fazer. Sabias que também melhora o humor?

É verdade, reduz a hormona do stress em 23%!!!

Uma pesquisa realizada em Davis na Universidade da Califórnia, descobriram que as pessoas que trabalham diariamente para cultivar uma atitude de gratidão têm uma melhoria de humor, energia e bem-estar físico.

É provável que os níveis mais baixos de cortisol desempenhou um papel importante neste sentido.

Nós sabemos como o stress afeta as pessoas que têm colite, gratidão por estarmos na luta, gratidão por estarmos vivos,...,gratidão por sermos quem somos!

3º tratamento biológico

08.11.14 | André

A 6 de Outubro voltei a fazer análises ao sangue que revelaram que estava preparado para o 3º tratamento com medicamentos biológicos. Por esta altura estava a perder um pouco de sangue, acredito que devido a uma de 3 causas:

  • Ter reduzido o imuran de 125mg para 0?
  • Alteração dos hábitos alimentares?
  • Depois de uma fase de grande stress e pressão, estar num período de descompressão?

 

Nesta altura estava a tomar a seguinte medicação:

  • 4,5 g de salofalk grânulos;
  • salofalk enemas;
  • 2 grânulos de ferrum phosphorium 5CH (homeopático);
  • 2 grânulos de silicea 30CH (homeopático);
  • 5 gotas de intestino 7CHn (homeopático).

 

 Próximo tratamento será a 26 de Novembro.

Fisiologia

04.11.14 | André

 

A fisiologia pode dividir-se em duas componentes:

  • Postura corporal
  • Respiração 

Algo que eu tenho aprendido e ao mesmo tempo corrigido, são exatamente estas duas componentes, que são muito importantes para alterarmos o nosso estado emocional.

Quando estamos mais em baixo, qual é a nossa postura corporal?

Estamos mais fechados, mais encolhidos, não é?

 

Eu tenho aprendido a "abrir" o meu peito, a elevar o meu olhar, a respirar e automaticamente consigo criar um estado emocional de poder interno, eu tento treinar isto diariamente para elevar os meus níveis de confiança, de coragem, de determinação.

Como vivo em Lisboa, desloco-me muito a pé e com a regularidade possível no percurso casa-trabalho-casa passo pelos jardins da Gulbenkian exatamente para respirar. Isto é algo que aconselho a fazerem, passear num jardim, campo, praia, um lugar em que se sintam bem e simplesmente respirem.

 

Uma técnica de respiração que utilizo, é respirar "pelos" intestinos, ou seja, inspiro a partir deste orgão e sinto o ar a subir até encher os pulmões, na expiração faço o inverso, deixo o ar "descer" dos pulmões até aos intestinos, quando faço este exercicio visualizo (como nos bons resultados das colonoscopias) o meu intestino a ser limpo de todas as inflamações.