Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Medicação - Fevereiro 2018

22.02.18 | André

Há pouco mais de 1 mês comecei a tomar um suplemento de curcumina, este ingrediente tem propriedades anti-inflamatórias e anti-cancro, existindo estudos pré-clínicos com animais que mostram que é eficaz na prevenção ou melhoria da inflamação da colite ulcerosa.

Assim de momento estou a fazer a seguinte medicação:

 

lampada.png

 

 

 

 

Infliximab - O último tratamento

21.02.18 | André

Desde Agosto de 2014 (há sensivelmente 3 anos e meio) que estou a fazer tratamento biológico com o medicamento infliximab. Durante este período não tive qualquer crise, tenho-me sentido bem, com energia e não sinto qualquer limitação física que me impeça de fazer o quer que seja. De qualquer forma, por vezes tenho perda de sangue, é algo que me acompanha há alguns meses e eu deixei de dar muita importância para evitar o tal sofrimento secundário.

 

Acerca de 1 ano voltei a praticar karaté e apesar dos meus colegas de treino serem quase todos mais novos do que eu, fisicamente falando, estou e sinto-me melhor do que a maioria deles, o que me revela um pouco da minha saúde física.

 

Recentemente estive numa consulta de gastro, a médica que me acompanha já confidenciou que o meu caso é um pouco estranho, ou seja, não encaixa no perfil médio de um paciente que faz este tipo de terapêutica. Isto porque, quem faz este tipo de tratamento, a doença tende a entrar em remissão ou a pessoa não sente qualquer melhoria.

 

Parece-me que estou mais inclinado para o 2º grupo, ou em termos teóricos poderia estar lá, mas não estou porque consigo de alguma forma "equilibrar" o meu estado, sobretudo com uma alimentação cada vez mais consciente.

 

No próximo dia 5 de Março, irei fazer mais um tratamento, provavelmente será o último com infliximab, a minha médica nesse dia irá tomar a decisão de mudar ou não de terapêutica, mas tudo indica que irei iniciar uma novo biológico, creio que o novo medicamento chama-se vedolizumab.

 

Apenas no inicio de 2018, é que este medicamento começou a ser usado em meio hospitalar para o tratamento da colite ulcerosa e doença de crohn, depois do infarmed ter deferido o processo de avaliação do mesmo e o Estado Português comparticipar o seu uso.

vedolizumab.jpg

Referência:

  1. NewsFarma, Vedolizumab aprovado para uso em meio hospitalar.

 

 

Petição pela melhoria das condições para portadores de DII

09.02.18 | André

A Vera Gomes e a Ângela Silva, lançaram uma petição online, para conseguir uns minutos de discussão na Assembleia da República sobre 3 pontos que poderão fazer a diferença para quem sofre de Crohn e Colite Ulcerosa.

  1. Cartão de acesso ao WC;
  2. Isenção taxas moderadoras
  3. Inclusão na lista de doenças incapacitantes

 

São três aspectos que, por insignificantes que pareçam, terão um enorme impacto no dia a dia de muito doente: ficar perto da família quando por motivos profissionais têm que ser deslocados; conseguir acesso ao wc quando vão na rua e têm uma "emergência" e um impacto nos recursos financeiros que têm disponíveis mensalmente depois de tanta consulta e exame médico que têm que fazer regularmente.

 

Podem ler e assinarem a petição (aqui), com nome completo e número de cartão de cidadão

peticao.jpg