Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vencer a Colite

Criança, adolescente, jovem, desportista, saudável. Aos 22 anos fui diagnosticado com colite ulcerosa, e agora?

Vencer a Colite

Criança, adolescente, jovem, desportista, saudável. Aos 22 anos fui diagnosticado com colite ulcerosa, e agora?

Sex | 23.01.15

A minha Dieta

André

Sendo a Colite Ulcerosa uma doença que afeta o intestino grosso, é com naturalidade que a alimentação tenha um papel importante no nosso bem estar. A alimentação não cura a colite, mas uma dieta adequada reduz a sua atividade, aumenta o estado de remissão ou pode ainda evitar o despoletar de uma nova crise.

 

Ao longo dos anos tenho adaptado a minha alimentação ao meu estado de saúde, mas desde Abril de 2014 que com mais dedicação, pesquisa e experiências o tenho feito. Nessa altura comecei por riscar do meu plano alimentar alguns alimentos que podiam desencadear crises ou mesmo agravá-las e aos poucos introduzo novos alimentos e simultaneamente registo num diário as alterações que senti e caso não tenha identificado nenhuma, mantenho esse alimento no meu plano.

 

Esta doença é muito pessoal e cada caso em caso, um alimento que eu possa tolerar pode ter um efeito oposto noutra pessoa, por isso aqui deixo apenas indicações de acordo com a minha experiência pessoal.

Dieta-saudavel3.jpg

 
Bebidas:
Água engarrafada (não bebo mais nenhum tipo de bebida).

 

Fruta:
Banana;
Maça;
Pêra;
Melão;
Pêssego;
Sobretudo fruta da época e produzida em modo biológico;

Esporadicamente consumo outros frutos como a melancia, mas nunca frutos com um alto nível de acidez como a laranja ou ananás (consumo ananás, visto que que sua acidez verifica-se apenas a nível das papilas gustativas e não se traduz no restante organismo - ATUALIZADO 16/11/2017)
 
Carne:
Carne branca (grelhada, assada);
Evito comer carne vermelha, devido ao alto nível de bactérias e por aumentar o risco de cancro colorretal.

(Não consumo carne há mais de 1 ano - ATUALIZADO 16/11/2017)

Peixe:
Qualquer tipo de peixe, mas procuro comer mais os ricos em ómega-3 como a sardinha e cavala

 

Acompanhamentos:
Arroz;
Massa;
Batata (cozida, assada, esporadicamente a frita).

 

Vegetais e legumes:
Cenoura;
Abóbora;
Chu-chu;
Beringela;

Alho francês;
Courgette.

 

Temperos:
Sal;
Alho;
Cebola;
Coentros;
Salsa;
Azeite;

Molho de tomate caseiro.

 

Outros:
Ovo;
Atum em lata;
Cogumelos;
Pão branco torrado;

Bolachas de arroz biológicas.