Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vencer a Colite

Criança, adolescente, jovem, desportista, saudável. Aos 22 anos fui diagnosticado com colite ulcerosa, e agora?

Vencer a Colite

Criança, adolescente, jovem, desportista, saudável. Aos 22 anos fui diagnosticado com colite ulcerosa, e agora?

Qui | 31.12.15

Obrigado 2015, um grande abraço 2016!

André

Nesta altura do ano é normal fazermos um balanço dos últimos 12 meses e definirmos as resoluções para o ano seguinte, sendo que o propósito do meu blog é a partilha da minha experiência com a colite ulcerosa e tendo isso em consideração, faço um balanço extremamente positivo do ano de 2015, mesmo sabendo que nos últimos 5 meses a doença reativou.

 

2015.jpg

Positivo, porquê?

Porque "cresci",..., crescer como pessoa, como filho, pai, marido, amigo, que se deve sobretudo às pessoas que me rodeiam e às muitas pessoas lindas que tenho conhecido pessoalmente ou através do blog, as quais me têm permitido não desistir e continuar a acreditar que a luz que vejo lá ao fundo, se tornará numa luz cada vez mais intensa até a colite passar à história. 

 

 

 

O que realizei em 2015?

a) NÃO bebi bebidas alcoólicas, nem refrigerantes;

b) Apenas bebi água (1,5l / 2l por dia) e sumos de fruta caseiros;

c) Reduzi drasticamente o consumo de açúcar refinado, já consigo estar largos períodos (semanas/meses) sem o consumir (nem sabem o quanto eu adorava doces, chocolates,...);

d) Voltei a praticar desporto de uma forma regular;

e) Dei grandes passos com vista a concretização de um projeto pessoal (faço votos que 2016 seja o arranque do mesmo);

f) Reduzi o consumo de carne (para apenas 1x semana);

g) Deixei de consumir carnes processadas;

h) Iniciei o consumo regular de alimentos biológicos (sobretudo fruta e legumes);

i) NÃO fumei, nem bebi café (esta foi fácil, porque nunca recorri ao tabaco, nem ao café em toda a minha vida);

j) Fiz voluntariado;

k) Continuei a partilha das minhas experiências (com a colite e não só) no blog, ainda com mais empenho;

l) (...)

 

Um dos objetivos que tinha traçado para 2015, seria correr a meia-maratona de Lisboa que decorreu em Outubro passado, até Agosto treinei-me com afinco para concretizar esse objetivo, mas como piorei da colite, interrompi os treinos; este objetivo não "desapareceu", apenas ficou adiado uns meses e 2016 está aí à porta...

 

2016.jpg

 

Neste novo ano acredito que continuarei a "crescer" sobretudo por saber para e por onde quero ir. É normal pedirmos 12 desejos às 12 badaladas de 31 de Dezembro, um dos quais é a saúde, mas o que é que podemos fazer para ter mais saúde? Mais amor? Mais diversão? Mais dinheiro? Mais...?

 

 

 

 

 

Assim e à semelhança do ano passado em vez dos desejos, defini objetivos, que fossem mensuráveis, que dependam em grande parte de mim e fi-lo para diferentes áreas, como:

a) Desenvolvimento pessoal (físico, emocional, mental,...)

b) Profissional (financeiro, novos desafios,...)

c) Contribuição (o que posso fazer para marcar a diferença na vida das pessoas)

d) Diversão

 

Gostaria de partilhar alguns dos objetivos para 2016 que acredito que de uma forma direta ou indireta melhorarão o meu estado fisico, mental, emocional, ...a minha saúde:

a) Fazer meditação regularmente;

b) Iniciar a prática de yoga;

c) Continuar a prática de biodanza;

d) Não consumir açúcar refinado;

e) Consumir de uma forma ainda mais frequente alimentos produzidos organicamente;

f) Mudar-me para o Alentejo (atualmente moro em Lisboa);

g) Concretizar o arranque do meu projeto pessoal;

h) Praticar exercício físico regularmente;

i) Continuar (com a vossa ajuda) a partilhar as minhas experiências no blog.

 

Obrigado a todos os leitores que têm contribuído para o meu crescimento e do blog, desejo-vos um ano com muita saúde e não se esqueçam de serem FELIZES!!!

2 comentários

Comentar post