Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A colite está a encurtar a distância...

25.08.15 | André | comentar
Considero que a minha relação com a colite é como uma corrida de longa distância, uma maratona, quiçá ultra-maratona, por tudo o que tenho feito, em termos alimentares, psicológicos, físicos,...tenho estado na frente desta corrida e a colite tem ficado cada vez (...)

Gratidão

11.11.14 | André | comentar
Ter tempo para contemplar o que estás grato não é apenas a coisa "certa" a fazer. Sabias que também melhora o humor? É verdade, reduz a hormona do stress em 23%!!! Uma pesquisa realizada em Davis na Universidade da Califórnia, descobriram que as pessoas que (...)

Início dos anos

19.09.14 | André | comentar
    Algo que tenho verificado quase anualmente, é que na entrada dos vários anos civis, portanto em Janeiro, costuma aparecer (...)

A frequência das crises

12.09.14 | André | comentar
Com que frequência é que temos crises (colite ulcerosa)? Varia de pessoa para pessoa, de caso para caso, na minha situação passei os primeiros 8 anos da doença sem grandes crises, nos últimos 6 tive 4 grandes crises...o que alterou na minha? é a pergunta que eu mais (...)

A vida e as emoções

02.09.14 | André | comentar
A vida é feita de alegrias, tristezas, vitórias, derrotas....muitas emoções, desafios, aventuras e sonhos que nos afetam de forma positiva e outras vezes de forma negativa. Ninguém é igual, por isso a mesma situação afeta 2 pessoas de maneira diferente.   Em (...)

Corticóides

22.08.14 | André | comentar
Estávamos em Maio de 2009 e desde Março que a minha situação se vinha agravando. Muita perda de sangue, 10 evacuações por dia, um grande cansaço, mas eu continuava a trabalhar, com muito sacrifício, mas nenhum colega sabia. Conclusão, as exigências profissionais (...)

As emoções e a colite

15.08.14 | André | comentar
Como relatei no post anterior, a minha verdadeira primeira crise apareceu na Primavera de 2008, ou seja, 8 anos após o diagnóstico da colite ulcerosa. Esta crise foi controlada com um aumento de medicação e depois disso voltei às minhas rotinas normais.   Pensava eu (...)